Constatação | Crônica

14 de novembro de 2017
1 comentários
Você saiu e ainda não fez o favor de bater a porta com força, como quem diz:não voltar nunca mais.
Mas porque não me deleta da tua agenda?

O que é? Te incomoda que eu te esqueça? Que eu não te procure nunca mais? Que nos tornemos dois desconhecidos? Que um dia qualquer meus ouvidos estranhem a tua voz, e que a boca, involuntariamente ao atendê-lo, pergunte: - Quem fala?

Que eu te encontre por essas esquinas, e os meus olhos não reconheçam os teus? - Se é que um dia eles se enxergaram…Digo, de verdade. Foram apenas apresentados por nós, e por nós mesmos também afastados. Mas os meus se foram loucos… Para olharem pra trás, foram querendo ficar.



- Faça-me um favor…? Não comunique-se com nenhum dos meus sentidos. Nenhum! Pois depois que falam contigo, correm direto ao coração pra contar- me de ti. E lá é perigoso. Pra mim.

Odeio o teu papo-furado e as tuas perguntas repetidas.
Odeio também ter que me repetir nas respostas, e às vezes, por descuido nelas me entregar mais-uma-vez.
Odeio ainda tremer, mesmo nos dias quentes, com essa tua voz!
Odeio querer achar segundas intenções nas tuas frases, e odeio mais ainda quando as encontro.
Odeio ter que perder meu tempo depois, tentando juntar o que me disse.Sem razão.
Odeio, odeio... Odeio me sentir refém do que sinto…

Você deve saber o reboliço que causa aqui, e faz de propósito. E que raiva sinto de mim por não poder te escutar e ainda assim querer te escutar!
Entenda, que quero você bem, mas não quero sabê-lo! AAAAHH se eu pudesse me desligar, te desligar de mim! Como no telefone: Num só click! Só com a cara e a coragem esquecer.
Tudo isso desassossega-me o juízo.Começo a lembrar, enxergar, escutar, sentir demais.
Odeio odiar todas essas coisas, e mais ainda não te odiar, te querer. Não te possuir.
Odeio essa contradição, que eu entendo.
Odeio, sobretudo, quando pulas fora de mim, e te vejo concreto no papel.
Odeio quando você se torna a minha inspiração pra escrever!

É. Gosto de você.
Ainda.
Constatação.

Importância das Redes Sociais Para o Seu Blog | Profissão Blogueira

13 de novembro de 2017
0 comentários
Nos dias de hoje ignorar as Redes Sociais é um dos maiores erros que pode fazer. Talvez “infelizmente” os blogs já não são o que foram anteriormente e muito disto deve-se às Redes Sociais como Facebook ou Youtube.



Estes sites concentram atualmente a grande maioria do tráfego que existe na Internet e por isso se não aproveitar isto vai estar ainda tornando mais difícil a sua vida como blogger, quer você use ele como uma plataforma para o seu negócio ou apenas como hobby.

Todas nós gostamos de ter pessoas a ler o que escrevemos e gastamos tempo, dá um prazer que para a maioria é a principal razão para continuar a fazê-lo durante anos. E como isso é uma verdade, você tem que ir buscar as pessoas onde elas estão.

Por isso a primeira razão para você investir em redes sociais é AUMENTAR A SUA RELEVÂNCIA. Outro fator bastante grande é o ALCANCE das suas publicações.

Existem essencialmente duas formas de conseguir tráfego nos dias de hoje (as principais) sendo elas através dos motores de busca e por redes sociais, quer seja Facebook, Twitter, Instagram, Youtube, etc…

Se você não está aproveitando a 2ª forma, está perdendo muito tráfego e dinheiro. Até porque para ter visitas dos motores de busca é preciso fazer SEO da forma correta e artigos onde só mostra quase imagens (bloggers tem muito esse tipo de postagem) se não for pela via social, simplesmente NÃO CONSEGUE PUXAR TRÁFEGO.

Se quiser FECHAR PARCERIAS COM EMPRESAS também pode ser uma grande vantagem possuir redes sociais e já com alguns números de fãs/seguidores. Isto vai mostrar que você tem quem segue você, se importa com o seu conteúdo e opinião e consequentemente poderá lhe trazer retorno caso você mostre os produtos deles.

Ah, é importante que se lembre que eles não lhe estão dando produtos ou dinheiro por caridade… O objetivo é ter algum retorno ou pelo menos garantir que têm mais exposição para crescer a marca.

O Que Devo Fazer?

Hoje mesmo você deve:

Criar redes sociais do blog se não tiver já, sendo as principais Facebook, Twitter e Instagram;
Alimentar essas redes sociais com conteúdo regularmente, não é fazer e esquecer;
Incluir no seu blog ligações, caixas de destaque, pedir, etc.. para as pessoas começarem a seguir as suas redes sociais;
Pensar se criar um canal de Youtube e fazer vídeos não ajudaria a aumentar a sua audiência;
Incluir botões de partilha em todos os posts, existindo diversos plugins ou scripts que fazem isso sem problema;

Apesar de ser bem remota, existe a possibilidade de um post seu ficar mais viral e atrair mais visitas que o comum e por esse motivo ter uma hospedagem própria (paga) se ainda não tiver poderá ser uma boa ideia, para evitar que o seu blog fique offline ou muito lento mesmo.

Fora isso é continuar com o seu trabalho, tentar ir engajando o máximo possível com os seus leitores para que eles regressem e vá criando uma comunidade em volta de si e do seu blog.

E então, já percebeu a importância que tem as redes sociais para o seu blog? Ainda não está a fazer tudo isto? Responda nos comentários abaixo e coloque alguma dúvida se tiver. Obrigada 😉

Pele ressecada e quebradiça: como resolver | Health

10 de novembro de 2017
0 comentários


Ter uma pele macia e com uma aparência saudável é uma das nossas maiores preocupações. Os altos índices de poluição e climas mais secos são as principais causas de uma pele ressecada e rachada, porém existem outros fatores que devem ser considerados e os mais comuns são: alteração hormonal, efeito colateral de algum medicamento e abuso de substâncias químicas como o cigarro.

Por isso separei algumas dicas de como driblar esse problema e manter sempre uma pele macia e linda sem dor de cabeça nem gastando muito.

Sintomas e causas


Os primeiros sintomas de uma pele ressecada são bem fáceis de serem identificados, basta tocar a área afetada que irá sentir uma certa aspereza, além de notar que a região perdeu o brilho natural, pois a pele fica com uma aparência seca e mais esbranquiçada.

Em muitas pessoas, a pele começa a apresentar sinais de rachaduras, o que acontece principalmente e com maior frequência nas partes do corpo que movimentamos mais, com juntas e que sofrem maior atrito com superfícies, como em volta dos dedos, cotovelos e calcanhar.

Isso occorre pois essas agressões e exposição à poeira, vento e impactos, causam reações na pele e fazem com que a camada de células mortas aumente, o que gera o engrossamento da pele, seu ressecamento e a sensação de aspereza. Banhos prolongados e com água muito quente e um clima pouco úmido também ajudam a piorar o quadro. Alguns tecidos sintéticos que não absorvem nosso suor também podem colaborar para o ressecamento da pele.


Prevenção e Tratamento


Prevenir contra o ressecamento de pele não é uma das tarefas mais difíceis, porém exige uma rotina de cuidados e mudanças de velhos hábitos.

1. Beba muita água: antigamente se falava que era preciso ingerir em torno de 2 litros por dia, porém hoje já sabemos que não existe um valor fixo, você deve consumir a quantidade necessária para hidratar o seu corpo, e isso varia de acordo com o metabolismo e atividades praticadas por cada um. Não espere sentir sede para beber água, nosso corpo só “pede água” quando começa a sentir os primeiros sintomas da desidratação.

2. Use protetor solar: nossa face e mãos estão em constante exposição aos raios UV, um dos vilões mais conhecidos da nossa pele. Se expôr ao sol sem proteção adequada, além de acelerar o envelhecimento, é uma das principais causas do seu ressecamento. Escolha um filtro com fator de proteção de no mínimo 30 e reaplique a cada 3 horas.




3. Limpeza adequada: a poluição externa gruda (literalmente) na nossa pele e, em alguns casos, só tomar um banho ou lavar o rosto não é suficiente para remover aquela sujeira mais profunda. A água micelar ou um tônico são ótimos produtos para deixar a pele realmente limpa e livre de impurezas, além de equilibrar o pH já que a pele tende a ficar ácida depois de lavada. Também evite sabonetes comuns, prefira os com propriedades hidratantes, à base de leite ou glicerina. Evite loções à base de álcool ou adstringentes e prefira utilizar sabonete líquido e para peles sensíveis ao invés do em barra.

4. Hidratação potente: a hidratação é a forma mais simples de prevenir o ressecamento da pele e deve ser feita diariamente com a pele ainda úmida, para que ela absorva melhor o produto. Prefira um específico para pele seca e extra emoliente, com ingredientes como taurina, óleo de amêndoas, coco, aveia, manteiga de karité e glicerina. Escolha um creme que contenha ingredientes ativos para estimular a umidade natural da pele e formar uma barreira de proteção para evitar sua perda, retendo as substâncias hidratantes da pele.



Fatores de risco


Em algumas situações, para conseguir manter a pele macia é preciso ir além dos tratamentos estéticos. Por exemplo, alguns medicamentos são conhecidos por causar ressecamento de pele como efeito colateral, por isso é importante ler sempre a bula antes e, se houver dúvidas, consultar um dermatologista.

Outra substância química altamente prejudicial é a nicotina. Seu uso diminui significamente o fluxo de sangue, ocasionando um envelhecimento precoce e o ressecamento da pele. A fumaça do cigarro em contato constante com o rosto também é um fator prejudicial.

O ressecamento de pele também é muito comum em pessoas mais velhas, com o passar dos anos o corpo para de produzir a quantidade de óleo necessária para manter a nossa pele hidratada. Nesse caso, os cuidados devem ser ainda maiores, em algumas situações a pele fica tão sensível que qualquer contato pode virar uma ferida. Então para evitar maiores complicações,

Sendo assim, podemos dizer que a preocupação em manter uma pele macia não é apenas estética, mas também uma questão de saúde, sendo o resultado de bons hábitos e cuidados diários! Significa que nosso corpo está trabalhando corretamente e em perfeita harmonia com o ambiente externo.

Publicações Relacionadas
Design + Programação por Demara Soares © 2013 - 2017 | Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Muito Melhor Visualizado no Google Chrome