25 janeiro 2013

Customizando o abadá - DIY (Customize your uniform - #DIY)

Carnaval chegando e a dúvida que habita a cabecinha da maioria das meninas a essa altura é uma só: Como eu vou customizar meu abadá? Nós resolvemos te ajudar com dicas hiper fáceis de fazer e que vão te ajudar a destacar-se da multidão.
Uma coisa que as 2 opções que vamos mostrar hoje tem em comum, além da simplicidade e facilidade de execução, é que TODAS necessitam apenas do abadá (ou camiseta) e uma tesoura. Vamos ao que interessa?

Opção 1:  Perfeita para quem quer se diferenciar mas sem ousar muito e sem mostrar muito o corpo.  Você só vai precisar cortar as mangas e um pouco do comprimento para que fique de um tamanho que você considere legal. Você pode usar um tecido diferente (ou o próprio tecido que sobrou ao cortar o comprimento) para fazer um cistinho e marcar um pouco mais a cintura.
Opção 2:Para as mais ousadas e que se aproveitam da data para mostrar suas curvas sem ficar vulgar. Você vai começar se livrando das mangas e da gola, logo em seguida vai ajustar o comprimento do tamanho que ficar mais legal, para você. ( Para isso uma dica legal é vestir e marca uns dois dedos maior do que você quer, daí se sair meio tortinho de primeira você ainda tem como arrumar.) Em seguida, vamos trabalhar a parte de trás da blusa, você vai marcar e cortar uma espécie de 'U'. E pronto, você está prontinha para correr atrás do trio.


Gostaram das dicas? Como você costuma customizar seu abadá? Se alguém fizer ou tiver uma outra maneira bacana e queira dividir mande uma foto por aqui que eu posto aqui.


3 comentários:

  1. Adorei esta amarela ficou delicada obrigada pela visita bom final de semana bjos http://www.blogmulhervaidosa.com/

    ResponderExcluir
  2. Ficaram boas, mas geralmente eu mando pra costureira e peço algo mais trabalhado já que sou um fiasco com a tesoura. rs
    heythaii.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Expresse-se! Sua opinião é muito importante! Aproveita e deixa o link de seu blog (ou site) para que eu possa retribuir o carinho, tá?