08 abril 2015

Cinderella: Diferenças entre a animação e o filme | Review

Olá lindonas, como vocês já devem imaginar pelo título essa semana eu finalmente consegui um tempo para assistir o mais novo action-movie (aká remake) da Disney®: Cinderella

Como sempre, vim dividir com vocês minhas impressões e achismos e quem sabe eu consigo convencer vocês a assistir também, não é mesmo?



Sinopse: Após a trágica e inesperada morte do seu pai, Ella (Lily James) fica à mercê da sua terrível madrasta, Lady Tremaine (Cate Blanchett), e suas filhas Anastasia e Drisella. A jovem ganha o apelido de Cinderela e é obrigada a trabalhar como empregada na sua própria casa, mas continua otimista com a vida. Passeando na floresta, ela se encanta por um corajoso estranho (Richard Madden), sem desconfiar que ele é o príncipe do castelo. Cinderela recebe um convite para o grande baile e acredita que pode voltar a encontrar sua alma gêmea, mas seus planos vão por água abaixo quando a madrasta má rasga seu vestido. Agora, será preciso uma fada madrinha (Helena Bonham Carter) para mudar o seu destino... (Fonte: Adorocinema)


Diretor: Kenneth Branagh
Com: Lily James, Cate Blanchett, Richard Madden e mais...
Gênero: Fantasia, Romance, Família
Nacionalidade: EUA



Antes de assistir eu li, no Instagram (adiciona aí) e em blogs muitas meninas dizendo que não haviam gostado porque era a cópia da animação de 1950, ainda assim eu resolvi assistir e tirar minhas próprias conclusões, até porque eu sou dessas que ama os clássicos contos de fadas.

Sinceramente eu vi muita, muita diferença mesmo entre o remake e a animação, e não eu não falo da qualidade de aúdio, imagem/fotografia e talz porque é óbvio que 65 anos depois do lançamento da animação a tecnologia está tão mais evoluída que comparar itens assim seria até covardia. E só para não ser injusta deixo claro que os efeitos visuais do filme são bem incríveis, dignos da Disney mesmo, mas existem um ou outro momentos em que conseguimos perceber que foi gravado em um estúdio de 'fundo verde' devido a uma certa forçada de barra.

Claro que aos olhos mais desatentos o filme não se passa de uma cópia da animação, até porque o essencial do enredo original foi mantido, afinal mudar não faria o menor sentido. Mas muita coisa foi acrescentada, cortada e melhorada para nosso deleite.

Logo na cena inicial e nos primeiros minutos de filme a gente percebe uma diferença bem sutil, enquanto na animação a mãe de Cinderella é apenas mencionada, no remake ela aparece e dá conselhos a filha. O mesmo acontece com a morte do pai da gata borralheira que nessa versão é muito mais explicada, e como ele teria conhecido e casado com a mãe de Drisela e Anastasia.

No longa a madrasta não fez a Cinderella de empregada simplesmente, ela se apoiava na desculpa de que se mantendo ocupada a moça teria menos tempo para remoer a morte de seu amado pai, esqueceria mais rápido e não ficaria chorando pelos cantos a todo momento.

Outra diferença é que enquanto na animação a Madrasta prometeu que se Cinderella conseguisse terminar o serviço e conseguisse um vestido a altura do baile poderia ir, no remake ela simplesmente proibiu. Outro fato curioso sobre o baile é que na animação todas as donzelas foram convidadas a pedidos do rei, na nova versão tal fato teria sido uma imposição do príncipe.

Ah, já que estamos falando do príncipe também tem um fato curioso: na versão de 1950 Cinderela não sabia como ele era realmente, mas sonhava com ele desposando-a. Já no action-movie ela o conhece, de forma bastante inusitada, na Floresta Encantada, mas ainda não sabe que ele é o príncipe, apesar de saber que ele mora no castelo pensa que ele é um aprendiz e por isso ela desejava muito ir ao baile, para rever seu amigo que conhecera a pouco tempo.

Uma outra diferença é que só na versão de 2015 a madrasta descobriu antes do príncipe quem era a 'Princesa Misteriosa' e fez um acordo com o Rei em que prometia sumir com a moça em troca de um título para si e casamentos lucrativos para suas duas filhas terríveis.

Uma outra coisa que achei bem curiosa é que eu sempre pensei se o tal sapatinho de cristal seria confortável, na minha cabeça só uma masoquista conseguiria passar a noite com algo do tipo e por duas vezes no filme, é citado que ele é muito confortável, uma vez pela Fada Madrinha e outra vez pela própria moça.


Ah, Bruno, o cachorro da moça na animação não é citado nesse. E existem algumas diferenças entre um bicho e outro durante a transformação da fada madrinha, nada de muito anormal.

Sobre o vestido, que é lindo em ambas as versões, só tem uma diferença: na animação é branco, no remake é azul (mas vai que é igual o tal vestido branco e dourado que todo mundo via azul e preto).

A única coisa que eu senti muita falta, e que eu acredito que poderia mudar completamente alguns momentos do filme, foi de uma trilha sonora poderosa, afinal a animação possuía alguns momentos que são totalmente levantados por uma música, apesar da trilha sonora original ser meio 'boba'.  

Por fim, apesar de terem diferenças pontuais e alguns corte o enredo foi mantido e Cinderela e o príncipe conseguem viver felizes para sempre, sem maiores complicações. Apesar de na seção você encontrar 90% do público formado por crianças (até 12 anos) eu acredito que vale a pena assistir, porque acreditar em contos de fadas, nem que seja só por um instante, nunca é demais, sem falar que é diversão garantida para toda família.

9 comentários:

  1. Estou louca pra assisti este filme. Adorei o post.
    Vim avisar que tem postagem nova no blog , conto com sua visita!
    Muito obrigada beijinho da Lu *-*
    http://lucarolinemoraes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Cinderela é o meu conto favorito, mas ainda não vi essa nova versão. Quero muito ver e logo! Eu sempre achei o sapatinho de cristal confortável haha Pelas mudanças que você falou, parece que ficou um pouco mais interessante!
    Beijos
    www.umdiarioqualquer.com

    ResponderExcluir
  3. Tô louca pra assistir e vendo esse post só quis assistir mais.. Adorei! :D

    Blog: www.maquiagenseseusafins.com.br/
    Fanpage: https://www.facebook.com/MakesAfinsByIathilaMarques

    ResponderExcluir
  4. O filme é muito melhor para entender a história da Cinderella.
    Bjs

    http://www.umamineirasonhadora.com/

    ResponderExcluir
  5. Veeesh vou assistir a esse filme amanhã
    Quando li Cinderella já fui clicando
    Já sei que vou amar kkk
    Adoro os filmes da Disney ♥

    ResponderExcluir
  6. Vi muitos comentários, mas não senti vontade de assistir o filme no cinema.
    gostei das mudanças que você citou.

    SORTEIO: www.rockcomluxo.com
    www.youtube.com/natypottersena

    ResponderExcluir
  7. Estou morrendo de vontade de assistir Cinderella esse post só me deixou ainda mais curiosa para ver a diferença entre a animação e o filme.

    Beijos!
    http://blogheyfashion.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não tenho como colocar em palavras o meu amor pela sua resenha! Amei demais (tanto quanto amei o filme) e tenho que dizer que não esperava menos do seu blog, que possui tanto conteúdo de qualidade! Amei o post; amei demais.

    Beijos,
    Bi.

    - www.naogostodeunicornios.com

    ResponderExcluir
  9. Algo que me deixou curiosa é que no filme da Cinderela 1950 o vestido realmente parece ser branco, mas quando pesquisa imagens dela o vestido é azul em todas as imagens.

    ResponderExcluir

Expresse-se! Sua opinião é muito importante! Aproveita e deixa o link de seu blog (ou site) para que eu possa retribuir o carinho, tá?