26 julho 2016

2 Formas de identificar a depressão | Health

A depressão é uma doença que acomete homens e mulheres de praticamente todas as idades ( sendo mais rara na fase infantil, e se tornando cada vez mais frequente na meia idade ). Por essa razão, muitas meninas procuram informações para saber identificar a depressão.

Normalmente os sintomas da depressão podem ser facilmente observados. Alguns dos sintomas são:

* Profundo sentimento de tristeza

* Apatia

* Sensação de cansaço

* Solidão

* Perda de interesse nas atividades no geral

É claro, que esses sintomas são bem genéricos e podem significar outra doença ou até mesmo um nível de descontentamento atual. O real diagnostico dessa doença, também só pode ser feito por um psicólogo.

No entanto, caso você tenha real interesse nesse post nós vamos abordar 2 formas de identificar a depressão, continue lendo.

1. Sentimento de tristeza que perdura por muito tempo


Essa é uma das formas de identificar a depressão. A depressão consiste basicamente em um sentimento de tristeza que perdura por muito tempo, o que difere de um descontentamento de uma fase na vida ou outras situações cotidianas.

Além de esse sentimento de tristeza perdurar, é muito comum que essa pessoa comece a desenvolver uma incapacidade de sentir prazer. O que torna um agravante no quadro e de fato começa a se formar o real quadro do transtorno depressivo.




Outro ponto que pode começar a aparecer durante esse processo de desenvolvimento da depressão é o aparecimento de choros excessivos, o que facilita ainda mais a identificar a depressão.

2. Apatia


Existem pessoas que tendem a ser introspectivas e normalmente apresentam uma disposição mais “apática” com a vida.

No entanto, no quadro de depressão essa apatia permanece para qualquer aspecto da vida da pessoa. A ponto de ela perder a vontade de comer ou até mesmo cuidar da higiene pessoal.

Quando se chega nesse ponto, significa dizer que a depressão está instaurada e acometendo boa parte da qualidade da vida dessa pessoa.

Além disso, certamente essa pessoa está passando por um grande momento de dor e confusão interna que e precisa ser auxiliada por um profissional para conseguir melhorar de situação.




A apatia é uma das melhores formas para identificar a depressão. No entanto, é importante ressaltar que algumas pessoas também desenvolvem a apatia e mesmo assim não possuem nenhum tipo de depressão, essa diferenciação um pouco mais profunda pode ser feita somente por um psicólogo.

Outras informações


Com essas duas formas básicas de observação você pode dar um bom caminho para identificar a depressão.

Porém, como citado várias vezes, o único profissional que realmente pode fazer essa distinção com a menor chance de erros e também o único profissional que pode efetivamente ajudar essa pessoa é um psicólogo.

Ainda sim, identificar a depressão pode significar que você melhorou significativamente a vida de uma pessoa já que agora ela pode entender e se cuidar com o devido profissional.

É também importante ressaltar meninas, que existem vários tipos de depressão e fatalmente durante a nossa vida nós podemos vier a ter um quadro.

O que realmente difere um quadro depressivo de uma pessoa que realmente sofre do transtorno é o grau de gravidade da doença.

Importante ressaltar também, que mesmo que você consiga identificar a depressão isso não significa necessariamente que você irá precisar usar medicações para cuidar do seu caso.

A depressão é a doença que só aumenta no Brasil, e são necessários cuidados especiais com seu devido profissional.

*Post escrito por Elizabeth Johnson exclusivamente para o Trilouca.com

3 comentários:

  1. Muito bom o post amore. Que irá servi de ajuda com certeza. Adorei viu?
    Um xeruh!!

    www.kleidenaira.com.br

    ResponderExcluir
  2. Super interessante esse post principalmente nessa época onde estamos vivendo de muitas informações e discussões.

    Beijos
    http://pimentasdeacucar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Demara e Elizabeth, esse post é extremamente importante ❤
    Digo isso pela atual geração mesmo, com essa liberdade de expressão desenfreada juntando a intolerância que está bem forte se torna rotineiro ver tanta hostilidade por aí e pessoas mais sensíveis ficam depressivas e as vezes passam despercebidas.
    Senti na pele os danos da depressão, meu pai cometeu suicídio devido a isso e com toda certeza, se houvesse maior conhecimento na época que isso rolou, teria evitado esse caminho trágico.

    Novamente, obrigada!
    Beijos pra você :3

    www.devaneiosdabella.com.br

    ResponderExcluir

Expresse-se! Sua opinião é muito importante! Aproveita e deixa o link de seu blog (ou site) para que eu possa retribuir o carinho, tá?