Resenha do Filme: "A Bela e a Fera" | Cinema

23 de março de 2017
Olá lindonas, como prometido vim trazer a resenha do live-action "A Bela e a Fera" que chegou às telonas do Brasil em 16 de março de 2017.



Sinopse: Moradora de uma pequena aldeia francesa, Bela (Emma Watson) tem o pai capturado pela Fera (Dan Stevens) e decide entregar sua vida ao estranho ser em troca da liberdade dele. No castelo, ela conhece objetos mágicos e descobre que a Fera é, na verdade, um príncipe que precisa de amor para voltar à forma humana.(Fonte: Adorocinema)


Diretor: Bill Condon
Com: Emma Watson, Dan Stevens, Luke Evans, Kevin Kline, Josh Gad e mais...
Gênero: Fantasia, Romance, Musical
Nacionalidade: EUA

Minhas impressões: Como todo mundo já deve está cansado de saber o live-action recém lançado teve seu enredo inspirado na animação lançada em 13 de dezembro de 1991 e apesar de ambos terem muito em comum possuem muitas diferenças, mas nada que comprometa a trama.

Uma das diferenças que me deixou mais feliz foi a feita na personalidade dos personagens. A Bela, por exemplo, na animação era frágil, indefesa e romântica, já no longa ela é corajosa, decidida e empoderada. E a fera que era muito ríspida aparece como alguém ressentido, talvez por trauma do pré-julgamento de pessoas que não esperavam conhecê-la antes de chamá-la de monstro.



Algumas das cenas da animação, julgadas irrelevantes, foram substituídas por outras cenas que apesar de não serem poucas (a animação tinha duração de 1:10h e o live action dura 2:09h) e mudarem um pouco a cronologia (linha do tempo) da história, uma vez que deixam tudo mais explicado e bem mais harmônico. Tem até uma cena contando o que teria acontecido com a mãe da Bela, mas já dei spoiler demais, então parei! 

Além disso outras mudanças pontuais podem sim serem notadas, mas não chegam a prejudicar o conjunto da obra. 



Com a tecnologia muito mais avançada que há 26 anos atrás (sim, essa é a idade da animação) era de se esperar que os efeitos especiais fossem impecáveis e são, assim como a fotografia, maquiagem e os figurinos. 

A trilha sonora também é incrível e 100% composta de músicas originais da animação de 1991, incluindo "Sentimentos são", e que ainda super funcionam. Abaixo vou deixar o trailer original para vocês terem uma ideia do que estou falando.


Resumindo: Mais uma vez a Disney acertou em apostar no live-action. O filme é leve, tem uma harmonia legal e que fazem as duas horas e nove minutos passarem voando. Vale super a pena ser assistido não somente pelas princesinhas de hoje (já que a censura é de 10 anos), como pelas princesas crescidas (da minha geração, por exemplo). Além do que, um clássico é sempre um clássico e como tal merece ser visto por todas as gerações.

Me conta: Gosta de contos de fada? Prefere animações ou live-actions? Pretende assistir ao remake?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse-se! Sua opinião é muito importante! Aproveita e deixa o link de seu blog (ou site) para que eu possa retribuir o carinho, tá?

Publicações Relacionadas
Design + Programação por Demara Soares © 2013 - 2017 | Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Muito Melhor Visualizado no Google Chrome