13 Remédios Anti-Inflamatórios Naturais | Health

25 de outubro de 2017
A maioria das inflamações é causada principalmente pelos alimentos que ingerimos. Os alimentos industrializados, enlatados e os congelados tem maior chance de causar a inflamação devido à grande quantidade de conservantes e produtos químicos presentes na sua composição.

A inflamação apresenta patógenos como as bactérias que podem invadir nosso corpo e nos deixar menos saudáveis. No entanto, quando estas inflamações duram mais do que deveriam, podem se tornar um problema sério e causar uma doença grave. A obesidade, por exemplo, é muito comum nos dias de hoje, uma vez que o ritmo de vida cada dia mais agitado leva as pessoas à descuidarem da sua alimentação e posteriormente só retornarão ao seu peso e saúde através de dietas, como as já famosas dietas detox, a dieta dukan entre outras.

Saiba como você pode diminuir a inflamação com os 13 alimentos anti-inflamatórios que são altamente indicados pela ciência e muita gente desconhece.


1. Cúrcuma: Conhecida também como aafrao-selvagem trata-se de uma especiaria típica da índia, normalmente reconhecida por sua cor amarela-dourada. 

No entanto, nos últimos anos, essa espécie ganhou popularidade por suas propriedades anti-inflamatórias, propriedades que foram estudadas em múltiplas ocasiões.

A cúrcuma possui um composto ativo, conhecido como curcumina, que consegue diminuir a inflamação no nível molecular.

2. Azeite extra virgem: Um dos óleos mais saudáveis que existem é o azeite extra virgem, assim como o óleo de coco muito disso deve-se ao seu alto teor de vitamina E, e vitamina K, bem como gorduras monoinsaturadas saudáveis, sendo o mais abundante em ácido oleíco.

3. Peixes ricos em ômega 3: Existe uma variedade de peixes que são muito ricos em ácidos ômega 3, que é basicamente uma gordura saudável e essencial, mas que não pode ser sintetizada de forma natural pelo corpo humano.

Os ácidos ômegas-3 tem sido objeto de extensa pesquisa devido às suas múltiplas propriedades terapêuticas e tem demonstrado que seu consumo em suplementos ou até mesmo na dieta ajuda a diminuir consideravelmente  a inflamação.

4. Cacau (chocolate preto): Os efeitos anti-inflamatórios do cacau são mais do que comprovados. No que refere-se às doenças cardiovasculares, os polifenóis encontrados no cacau demonstraram melhorar os marcadores de inflamação em pacientes com alto risco de doença cardíaca, diminuindo assim a probabilidade de ateriosclerose.

Os flavonoides de chocolate apresentam uma variação de polifenoís que tem a capacidade de aumentar a biodisponibilidade do óxido nítrico, conhecido por manter o endotélio saudável com vários mecanismos, sendo um deles uma diminuição dos fatores inflamatórios.

5. Abacate: O abacates é um fruto rico em uma combinação única de dioses. Possui gorduras saudáveis, dentre as quais é realçado o ácido oleíco o que foi mostrado que colabora na redução dos níveis de marcador inflamatório C - proteína reativa.

O consumo de abacate proporcionará quantidades significativas de vitamina K, fibra, ácido fólico, vitamina C, potássio, certas quantidades de vitamina B e minerais.

6. Gengibre: O gengibre tem sido usado como um remédio natural contra muitas doenças ao longo dos anos.  Uma de suas propriedades mais conhecidas é a capacidade de servir como agente anti-inflamatório, pois possui um composto bioativo chamado gingerol, responsável por efeitos positivos na inflamação.

7. Frutas vermelhas: As frutas vermelhas são um grupo de frutas que tradicionalmente cresceu no combate da inflamação, entre elas podem ser encontrados as amoras, framboesas, mirtilos e morangos. Este tipo de fruta destaca-se pelo alto teor de vitamina C, fibra e água, além de outros compostos vegetais, além disso possuem antioxidantes da família antocianinas, um pigmento natural responsável por lhes conferir a cor vermelha, ao tempo em que  possui efeitos anti-inflamatórios efetivos.

8. Cogumelos: Os cogumelos comestíveis são muito apreciados na gastronomia. Existem variedades deles, mas é necessário cautela porque alguns podem ser altamente venenosos.

Este grupo de alimentos caracteriza-se pelo baixo teor calórico e também por um grande número de substâncias capazes de combater a inflamação. 

Aparentemente, eles podem ser eficazes na prevenção e melhora das doenças intestinais e inflamatórias, como a síndrome do intestino irritável. No entanto, demonstrou-se que os efeitos anti-inflamatórios dos cogumelos são reduzidos consideravelmente após cozinhados.


Outras formas de acabar naturalmente de uma vez por todas com as inflamações no corpo.

9. Tomates: Os tomates são vegetais muito comuns e bastante ricos em vitamina A, vitamina C, vitamina K e vários tipos de minerais como o potássio ou o magnésio. No entanto, outros compostos de tomate lhe competem às suas propriedades anti-inflamatórias. O licopeno é um pigmento natural e antioxidante apontado pela sua capacidade de diminuir as respostas inflamatórias ligadas ao câncer.

10. Uvas: Assim como as frutas vermelhas, as uvas possuem antocianinas, que como já explicamos trata-se de um composto antioxidante capaz de reduzir a inflamação.

De acordo com vários estudos, a melhora nos marcadores de inflamação produzidos pelo consumo regular de uvas pode reduzir o risco de diferentes tipos de doenças, dentre elas:

Doenças relacionadas à idade.
Doenças dos olhos.
Doenças cardiovasculares.

Da mesma forma, uma substância encontrada no resveratrol de uvas, possui inúmeros benefícios saudáveis, todos eles ligados à melhorar dos níveis de inflamação.

11. Cerejas: Os antioxidantes encontrados nas cerejas, como por exemplo as catequinas e as antocianinas, possuem importantes propriedades anti-inflamatórias. Em inúmeros estudos científicos, provou-se que o consumo regular de cerejas é capaz de acalmar dores e reduzir a inflamação indicada pelos exercícios físicos.

12. Pimentas / pimentões: As pimentas também contam com um grande número de substâncias com efeitos anti-inflamatórios super potente, dentre elas destacamos a capsaicina.

A quercetina, os flavonoide também são antioxidantes encontrados em pimentas e tem sido comumente associada à prevenção de inflamações e infecções, bem como à redução do estresse oxidativo e inflamação em pacientes com sarcoidose.

Outro tipo de antioxidantes, como o ácido sinapínico ou ferúlico obtidos em algumas variedades de pimentas, também mostraram ter propriedades anti-inflamatórias.

13. Brócolis: O brócolis é um vegetal crucifero rico em vitamina K e vitamina C. Devido ao seu teor de isotiocianato, principalmente sulforafano, o consumo de brócolis pode reduzir significativamente a inflamação e prevenir doenças como o câncer.


Confira o vídeo com os melhores alimentos anti-inflamatórios:

.
Para conseguir o cardápio grátis e os detalhes passo a passo da nutricionista, acesse o blog dieta.blog.br e veja a matéria: Dieta Dukan: Dieta das celebridades - Perca 9 kg em 15 dias.
*Post escrito pela Nutricionista Rosi Feliciano do blog dieta.blog.br 
Comentários no Facebook
1 Comentários no Blogger

Um comentário:

  1. É sempre importante cuidar da saúde desde já, seu post me ajudou muito!
    Prof Rosi Feliciano http://beleza.blog.br/

    ResponderExcluir

Expresse-se! Sua opinião é muito importante! Aproveita e deixa o link de seu blog (ou site) para que eu possa retribuir o carinho, tá?

Publicações Relacionadas
Design + Programação por Demara Soares © 2013 - 2017 | Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Muito Melhor Visualizado no Google Chrome