Slides Postagens Recentes

Magrinhas também sofrem, sim!

8 de outubro de 2019
0 comentários
Eu já vi/li/ouvi muitos desabafos de como é difícil ser gordinha com essa ditadura do corpo perfeito que impõe corpos praticamente inalcançáveis, como se ser magrinha fosse a  maravilha do mundo, mas deia eu te contar um segredo: Ser magrinha é foda (mas não no bom sentido da expressão)!

Para começo de história, apelidos pejorativos não são exclusividade das gordinhas: Olívia Palito, Filé de Borboleta, Tripa Seca, Lombriga, Caveira, Esqueleto Ambulante, Pilha de osso, Palito de Dente, Bambu, Graveto, Salsicha, etc. São coisas que fazem parte da nossa rotina.

Sem falar que a gente sempre vira ponto de referência no supermercado, na farmácia... Sempre vai ter alguém que vai dizer "Tô no caixa 3, atrás da magrinha de blusa laranja!"

32 anos, manequim tamanho 34 e está tudo bem! - Fotos tiradas no Lago Verde em Paragominas - PA.

É difícil encontrar roupas para gordinhas? Hoje não mais, já existem loas especializadas em tamanhos maiores, mas se você veste 34 e tem mais de 12 anos tu tá ferrada porque na maioria das lojas a grade adulta começa no tamanho 36 (às vezes 38) e isso te gera duas situações, ambas bem desconfortáveis:

1. Ou tu compra tamanho 36, mesmo que fique enorme e gasta um dinheiro a mais par mandar arrumar;
2. Ou tu liga o foda-se e compra na seção infantil mesmo. Mas, já imaginou ir a um encontro com o Crush vestindo roupa da Barbie? Não dá, né?

....E todo mundo fala que ser magra deve ser bom porque tudo cai bem! Só que não, só que nunca, aliás essas situações são bem raras de acontecer e se acontecem salvam uma alma!

O fato é que independente de que extremo você esteja, se não estiver no centro, ou no padrão que desejam/impõem você vai sofrer em algum momento. Alguns mais, outros menos, mas que vai isso vai!

Então,"bora" deixar de lado esses padrões de beleza ridículos que minam nossa autoestima e nos tornar mulheres cada vez mais confiantes. E se insistirem que você tem que ganhar/perder dois quilinhos, só responda assim: Tire seus padrões de beleza da minha felicidade!

Sobre como aprendi a viver sem você, Zé! | Crônica

4 de outubro de 2019
0 comentários


Olha pra mim Zé, olha bem pra mim, eu sobrevivi. É, eu sobrevivi sem você. E veja bem, to firme, forte, e levando a vida numa boa. 

Tudo bem que eu tive 365 dias, 14 horas, 25 minutos e 54 segundos para colocar tudo no eixo, e que ainda não tive coragem de jogar todas essas suas tralhas fora, mas já é um grande progresso. E quer saber o melhor de tudo isso Zé? Eu sei caminhar sem precisar te dar a mão. Matutei pra aprender. Tive quedas dolorosas, e cheguei a machucar tão feio a ponto de ter cicatrizes, mas me equilibro como ninguém. 

Assumo que levei alguns meses para deletar seu número do meu celular, sim eu deletei seu número, não precisei da ajuda de nenhuma especialista em deletar números de idiotas, eu mesma fiz esse grande favor para mim Zé, e olha só que grande merda, eu ainda sei ele de cor.

Evitei deixar você aparecer em meus sonhos, e a perambular meus pensamentos. Não frequento mais aqueles lugares, não bebo mais aquelas bebidas, parei de comer aquelas comidas, não assisto mais aqueles filmes e nem leio todos aqueles livros, aqueles que tinham um pouco de você, sabe?

Fiz um buraco Zé, te joguei dentro e com todas aquelas coisas sem sentido que você me mostrou nessa vida, e enterrei. Vivo. Sem dó e sem culpa. Enterrei pra ver se te matava de uma só vez. E matei. Me matei. Porque em mim Zé, tinha um tanto de você, um tanto que se eu te contasse, assustaria. Mas a verdade é que você nunca entendeu.

Confesso também que passei semanas e mais semanas sentindo sua falta, chorando por essa sua maldita ausência. Dias e mais dias tentando entender o vazio que eu virei, o vazio que você me fez virar. Se eu gritasse, escutaria meu próprio eco, e até acordaria uma vizinhança. No inicio desse desespero todo, eu sentia muito por você, mas era muito amor, agora eu ainda sinto muito, mas é muita pena Zé, pena porque jamais nessa sua vidinha de merda você vai se deparar com o amor outra vez, e se caso se deparar, vai se lembrar de mim e do quanto eu te amei. Não estou te jogando praga não Zé, longe de mim, é que tipinho feito você não merece "tipinhos" como eu

Ai você vai se arrepender por tudo que fez, vai bater aquela puta vontade de se embebedar e vai me ligar. Sabe por que Zé? Porque as garotas da sua agenda estão a procura de uma diversão, e não de ouvir um marmanjo feito você se lamentar pela vida que não deu certo. Porque de todas, eu fui a única que parei pra te escutar, mesmo que tenha sido o seu silêncio. E escutei. Como eu escutei.

Porque veja bem Zé, comigo você tinha tudo, e agora você não tem nada. Nem ninguém. Você não é ninguém. E eu poderia está rindo dessa sua cara de fracassado pelo resto da vida, e te agradecendo por ter me deixado, por ter me mostrado que me deixar ir embora era o primeiro passo para eu ser feliz, e olha só Zé, olha bem para mim, hoje eu sou feliz. Hoje eu sou tudo aquilo que você não conseguiu ser. Feliz. 

Esse tempo todo longe de você eu havia parado de escrever para ver se parava de sentir, para ver se parava de te procurar. Na verdade, não deu muito certo não, senti falta da escrita como uma criança sente de doces. Por isso voltei a escrever Zé, mas hoje não é mais sobre você, é sobre como eu aprendi a viver sem você.

Disclaimer: Embora esta crônica seja baseada em fatos reais, "Zé" é um personagem fictício, qualquer semelhança com a realidade é apenas mera coincidência, eu juro! ;)

Decoração Criativa: Gorila Clube | Produtos Recebidos

3 de outubro de 2019
0 comentários
Dia desses o tio dos Correios bateu aqui em casa e qual não foi a minha surpresa ao ver esse mega recebidos diretamente de uma das lojas mais nerds (eu amo isso, tá?) da websfera.

A criança de vocês também é dessas que não pode ver uma caixa dando bobeira que já quer bancar a "Barbie na caixa"??


Eu já falei da Gorila Clube aqui antes então não é novidade nenhuma a minha opinião sobre a loa, e só para constar eu amo, afinal tem os produtos mais fofos-geeks-nerds para decorar o seu cantinho preferido (no meu caso, meu quarto) ou dar um UP naquele que você nem gosta tanto assim (cozinha, um mal necessário, não me julguem). Eles me mandaram bastante coisas e bem diversificadas. Confere nas abaixo:




Nessa primeira foto vocês podem ver: um porta retratos bem fofo na cor verde água que eu planejo dar uma mudada nele para adicionar funções, prometo que mostro aqui assim que fizer; recebi também esses adesivos de geladeira (vão para o meu mural, porque sim) em resina com temática da Itália; um aviso de porta que é minha cara (juro!) e também esses fones de ouvidos em formato de chinelinhos que são a coisa mais "iti-malia" que eu já vi, e por coincidência o meu quebrou esses dias e eu á estava sentindo falta afinal eu sempre estou com fone no caminho de casa para a faculdade e da faculdade para casa, ou seja, vai ser bem útil


Na parte de itens de cozinha eu recebi essa petisqueira com temática de quadrinhos, mais especificamente do Batman, assim como os guardanapos (que são tão bonitinhos que dá até dó de usar) e uma forma de gelo em silicone bem fofa com temática de patinhos de borracha!



E por último, mas não menos importante recebi também essas três almofadas decorativas (e fofas como nuvem) com temática retrô que vão decorar minha sala, porque eu tenho agonia de muita coisa na cama (vocês também são assim?).

Eu amei cada produto e é praticamente impossível dizer qual meu preferido eu ficaria entre os imãs, os fones e as almofadas... E vieram em um momento super certo porque eu já estou me programando para morar sozinha em breve.

Ah, se vocês ainda não conhecem a loja, eu recomendo super, porque além dos produtos terem uma qualidade incrível a loa é super segura e eles enviam tudo com muito carinho e muito bem embalado (tenho plástico bolha para estourar até o próximo ano)
Disclaimer: Os produtos foram enviados pela assessoria da marca, porém o post foi publicado de forma inteiramente gratuita e espontânea. Expressa, portanto, a real opinião da blogueira!
Design + Programação por Demara Soares © 2013 - 2019 | Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Muito Melhor Visualizado no Google Chrome