Slides Postagens Recentes

Neymar e os contos da Carochinha

8 de junho de 2019
Dos mesmos autores de "A grávida de Taubaté", vem aí "A estuprada de Paris"! Brincadeiras à parte, o que o Brasil precisa é desenvolver uma cultura que levante a auto estima das nossas meninas/mulheres. Que as encorajem a não procurar em um homem a sua felicidade ou apostar toda sua vida num relacionamento.

As mulheres no Brasil ainda apostam muito num apelo sexual para "atrair" o homem, usam ferramentas sexuais esperando resultados românticos. Isso é por acreditarem que não tenham mais a oferecer do que o corpo e sexo porque no Brasil existe um foco doentio sobre o corpo, o tamanho da bunda, a grossura das pernas. 

O Neymar até mesmo tratou a menina com muito respeito, falava coisas românticas, ofereceu para ela viajar com uma amiga para que a mesma tivesse alguém com quem passear pela cidade, deixando claro que ele não teria tempo disponível para tal. Mesmo depois dela o agredir, ele a tratou com cortesia. Pra mim não existiu estupro ou agressão. Mas um conflito entre as expectativas dela e a ideia que ela passou de mulher bem resolvida sexualmente e o que aconteceu quando ela chegou lá.

Ela se "apaixonou" pelo Neymar e ela criou uma fantasia de que ele a trataria de uma outra forma do que a já "combinada" entre eles. Existiu o sexo selvagem, que deixaram marcas nas coxas e nádegas, revelando que não "fizeram amor", não houve romantismo. Pra mim, a Najila está magoada, frustrada e até mesmo se sentindo culpada por ter se alterado de uma forma que impossibilitou até mesmo uma amizade entres eles. 



O stress e ansiedade à qual ela vem se referindo são consequências do amor não correspondido, das expectativas i amorosas não preenchidas. Eu tenho uma espécie de "simpatia coletiva" por ela. Simpatia pela forma que toda sociedade machista trata as mulheres. Mas não tenho simpatia por ela ter ido ao extremo de acusar alguém de um ato tão nojento quanto o estupro. Reparem a frase na blusa que ela vestiu para a entrevista . " I am in love with..."


Ela precisa de ajuda psicológica, não existem dúvidas quanto a isso. Antes de proclamar que você é feminista e tem o mesmo direito dos homem de ir pra cama com quem quiser, tenha certeza primeiro de que você não está usando sexo para conseguir romance porque dificilmente funciona. Tenha certeza de que você vai conseguir ter um relacionamento baseado em sexo sem criar expectativas românticas por alguém que não tem a mesma intenção e se for inevitável se apaixonar e querer mais que sexo , não esconda o jogo por medo do cara sumir. Porquê uma hora ou outra isso vai acontecer e aí você vai ficar colocando culpa na outra pessoa e o acusando de não ter tratado você de outra forma. Agir como homem deve incluir se responsabilizar pelas consequências dessas ações e não voltar a ser a mulher indefesa, vítima e frágil toda vez que for cômodo.

Seja Mulher e assuma suas escolhas. É a vida que segue.
Comentários no Facebook
1 Comentários no Blogger

Um comentário:

  1. Amei esse seu texto, realmente é um dos melhores blog que estou acompanhando. Suas postagens são excelente! Parabéns!

    Já até salvei em meus blogs favoritos ❤️..

    Meu Blog: Arapiraca da Sorte Resultado

    ResponderExcluir

Expresse-se! Sua opinião é muito importante! Aproveita e deixa o link de seu blog (ou site) para que eu possa retribuir o carinho, tá?

Design + Programação por Demara Soares © 2013 - 2018 | Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Muito Melhor Visualizado no Google Chrome