Slides Postagens Recentes

Como evitar chulé nos sapatos de verão

27 de novembro de 2019
Photo by Dan Gold on Unsplash

Você tem algum calçado que não cheira tão bem? Se a resposta for sim, saiba que você não está sozinha. Boa parte das pessoas têm problemas com chulé, especialmente no verão, época em que transpiramos mais. No entanto, mesmo com sapatos mais abertos e arejados, ainda pode-se sofrer com o cheiro desagradável. Mas você sabe quais são as causas do chulé?

Descubra no artigo abaixo como evitar o mau cheiro nos sapatos de verão e confira também dicas para manter os pés sempre limpos e sem chulé.

Como se forma o chulé?

Diferente da crença popular, o chulé não é resultado de falta de higiene. O mau odor, chamado de “bromidrose”, é originado por bactérias e fungos que crescem em lugares quentes e úmidos, e sapatos e sandálias suados são o ambiente perfeito para isso.

Por isso, se você já sofre com o chulé, é essencial adotar alguns cuidados que podem combater e/ou ajudar a amenizá-lo:

• Deixe seu calçado ‘respirar’ por no mínimo 24 horas antes de usá-lo novamente: isso fará com que o calor se disperse e reduzirá o cultivo das bactérias.

• Aproveite esse tempinho em que ele não é usado, e, se possível, coloque-o para secar ao sol para eliminar as bactérias que causam o mau cheiro.

• Sempre que possível, escolha calçados abertos e bem arejados – rasteirinhas, sandálias abertas, chinelinhos são os melhores amigos para o dia a dia.

• Evite os calçados de plástico: eles fazem o pé transpirar mais, acumulam suor e não “escoam” o mau odor mesmo depois de secos.

• Lave seus calçados sempre que possível com um desinfetante. Palmilhas e meias também.

• Sempre aplique talco e creme para os pés. Eles reduzem a transpiração, deixar a pele seca e o pé mais cheiroso.

• Não adianta cuidar dos calçados, higienizá-los, se os pés estão sujos. Lembre-se de lavar e secar os pés antes de usar qualquer calçado. Após fazer a limpeza, e mesmo após secar (de preferência com uma toalha), espere alguns minutos para que a umidade seja totalmente eliminada. Evite usar qualquer coisa com o pé molhado.

Mas fique atento, porque se mesmo após esses procedimentos, os seus pés continuarem com chulé, talvez seja necessário fazer uma visita ao médico. Ele pode determinar as causas do chulé e da sudorese em excesso e indicar os produtos e tratamentos adequados. Aproveite e saiba mais aqui outras causas do chulé.

Cuidados com os pés


Agora que você já sabe as causas do chulé e como evitar o mau cheiro, há outros pontos importantes que merecem sua atenção: a saúde e beleza de seus pés. Os pés sustentam nosso peso o dia todo e absorvem o impacto de nossa rotina corrida. Então, que tal tirar um tempinho para cuidar dos pés e, assim, contribuir para evitar odores desagradáveis?

1.       Esfolie

Esfoliar os pés remove as células mortas e ajuda a amenizar o ressecamento. Uma vez por semana, faça a esfoliação suave, e dê atenção principalmente ao calcanhar, que tende a ficar com a pele mais grossinha.

2.       Hidrate

O ideal é usar creme próprio para os pés. Invista em um hidratante mais encorpado ou óleos essenciais. Hidrate todos os dias após o banho e/ou antes de dormir.

3.       Relaxe

O dia foi corrido e não teve a chance de descansar? Ao chegar em casa, tire a sandália ou sapato e deixe o pé respirar.

E que tal aproveitar e fazer uma automassagem? Basta aplicar um creme e massagear a sola, calcanhares e tornozelo. Faça movimentos suaves e aplique um pouco de pressão. Isso vai reduzir o inchaço e possíveis dores.

Você também pode aproveitar e fazer um escalda-pés em casa para relaxar. Com 1 ou 2 litros de água fervida, você pode fazer uma imersão de sal grosso, essências da sua preferência, ervas (lavanda, camomila e alfazema são ótimas para promover o relaxamento) e outros ingredientes. Junte-os em uma bacia e deixe agir de 10 a 30 minutos, até sentir que o cansaço foi embora.

4.       Cuide das unhas

Atenção! As unhas, quando malcuidadas, são alvo de fungos e bactérias. Cortá-las, remover os cantos, limpar, lixar, remover cutículas, etc, são cuidados essenciais para ter um pé saudável e bonito.

5.       Cuidado com os calos

Os calos surgem com o uso de sapatos apertados demais. Procure usar modelos mais confortáveis e dê preferência às sandálias abertas e rasteirinhas, sempre que possível. O conforto é tudo.

Agora que você já sabe alguns cuidados a tomar, não esqueça de mantê-los em sua rotina. Afinal, pés bem cuidados e bonitos ajudam a manter o mau cheiro longe.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse-se! Sua opinião é muito importante! Aproveita e deixa o link de seu blog (ou site) para que eu possa retribuir o carinho, tá?

Design + Programação por Demara Soares © 2013 - 2019 | Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Muito Melhor Visualizado no Google Chrome